Blog

Saúde em Home Office, cuidados que empresas e colaboradores devem ter

Certo dia não muito distante li algo que me chamou muita atenção: “Quanto mais completo e abrangente for o cuidado com a saúde do trabalhador, mais chances a empresa terá de extrair o potencial máximo do seu capital humano”.

Vivemos experiências diversas nestes últimos anos referente a pandemia Covid-19. Aprendemos a lidar com uma nova era de trabalho remoto que antes até então não cogitávamos ou, se cogitávamos, era entre um ou dois dias na semana. Ainda tínhamos a necessidade do contato presencial.

Hoje lidamos com um trabalho remoto e com jornadas até mais extensivas do que as vividas no modo presencial. Mas afinal de contas, somos mais produtivos ou perdemos o foco?

Vamos abordar um tema muito sensível e que traz diversos questionamentos em relação ao nosso modo presencial e do remoto. Nosso ambiente não é o mesmo, lidamos com diversas situações que no escritório isso não ocorria, preparar o café, crianças precisam estudar, temos reuniões, precisamos preparar nosso almoço, as crianças necessitam de atenção… Mas afinal de contas… que loucura é essa?

Primeiro ponto que precisamos ter em mente é que o ser humano não é uma pessoa dissociável, suas emoções e suas sinergias estão conectadas, onde quer que ele esteja. Então, precisamos repensar na forma como lidamos com nossas atividades diariamente nesta fase remota.

Temos cargas mentais e físicas nas quais precisamos cuidar. 

A carga mental se acumula ao longo dos dias, dos meses e dos anos. O ambiente, a pressão externa e interna, os deveres, metas… tudo isso gera impacto silencioso e quando começamos a senti-los na nossa vida, o nível de estresses já passa do saudável para o não saudável.

Por isso é importante seguir algumas dicas:

  1. Prepare seu ambiente para o trabalho;
  2. Crie um plano de trabalho para a sua jornada;
  3. Faça pausas regulares: recomendamos que após cada reunião você tenha alguns minutinhos para organizar as ideias;
  4. Faça atividade física;
  5. Troque de roupa para trabalhar, mesmo estando em casa, isso trará uma sensação de que vamos lá…;
  6. Cuide da sua saúde!

Isso não é suficiente, as empresas também são tão responsáveis pela saúde de seus colaboradores quanto os próprios. 

Ajustar programas de qualidade de vida de maneira inclusiva, como:

  • aulas de meditação;
  • alongamento guiado por um profissional habilitado;
  •  palestras de promoção a saúde;
  •  programas de ergonomia;
  •  saúde online;

Pequenas ações refletirá numa população mais consciente e saudável.

O monitoramento das horas trabalhadas por esses colaboradores também se faz necessário para controle do tempo de pausa entre uma jornada e outra.

Mas aqui podemos deixar mais algumas dicas super importantes na parte de ergonomia.

Já as cargas físicas como podemos melhorar nosso desempenho:

  1. Iluminação: Prefira ambiente com iluminação natural, mas se você tem mais que 45 anos, ideal é ter auxílio de uma iluminação complementar;
  2. Janelas: Caso você não tenha persianas, ideal é que seu notebook ou monitor de vídeo esteja num ângulo perpendicular a janela para evitar o reflexo diretamente nos olhos;
  3. Instalações eletricidade: Evite uso de benjamins ou adaptadores que sobrecarregam a capacidade da instalação;
  4. Cores: Prefira ambientes com cores em tons claros, que provoca a sensação de bem estar e serenidade;
  5. Organização: Todos os recursos utilizados com mais frequência necessitam estar próximo a você. Facilitando o acesso e alcance;
  6. Fatores Ambientais: Prefira ambientes ventilados e arejados. Caso você tenha sistema de ar condicionado, prefira sempre a temperatura entre 20ºC a 23ºC.

O conjunto dos fatores acima com a adequação postural irá trazer melhor conforto e melhor produtividade a você e sua equipe. As doenças mentais hoje representam muito mais os afastamentos no INSS do que dores nas costas, portanto, investir em mobiliários para os colaboradores é mais econômico do que os danos de absenteísmos e as doenças relacionadas ao trabalho.

Eu sou Andréa Bordon, fisioterapeuta especializada em ergonomia habitacional e industrial.

Este site utiliza cookies e tecnologias semelhantes a fim de melhorar a experiência do usuário e coletar dados de navegação. A navegação neste site implica concordância com nossa política de privacidade e política de cookies.

Estou ciente