Blog

Mudanças no mundo corporativo: ouvir atentamente durante uma entrevista reconhecendo estilos

No blog anterior falávamos dos estilos de seu interlocutor e da importância na identificação deste para que possa se expressar de forma eficaz.

O terceiro estilo é o afetivo, que em geral valoriza a interação humana. Esse tipo de interlocutor se sente estimulado pelo contato com as pessoas, por quem demonstra preocupação e compreensão. 

 

Esteja atento para interpretar o que não é dito!

 

É muito bom em “ler as entrelinhas”, aquilo que não é declarado, que muito o interessa. Valorizava muito a experiência adquirida na carreira e, com o passar do tempo, essa pessoa, na maturidade, prioriza mais a comunicação pessoal do que o contato impessoal. Ela demonstrará essas atitudes durante o encontro, e você logo perceberá. 

 

Saiba sobre o que conversar com interlocutores

Nesses casos, o ideal é demonstrar suas habilidades de relacionamento com seus pares nas empresas onde trabalhou: como desenvolveu seus subordinados e apoiou as iniciativas deles, como eram suas relações com seus pares e superiores. 

 

Como atrair atenção dos interlocutores?

 

Se uma de suas competências for, por exemplo, a liderança de equipes, ela atrairá a atenção do interlocutor de estilo afetivo, que procurará entender de que modo você desenvolve seus subordinados.

Outro estilo de interlocutor é o pragmático. Esse tipo de pessoa tem elevado foco em resultados concretos, palpáveis, que tenham sido construídos e alcançados na carreira. Ele entende que a ação das pessoas é a melhor forma de avaliar o compromisso que têm pelos objetivos organizacionais

Em geral são vistos como a força propulsora nos departamentos e são valorizados pela energia e capacidade de transformar ideias em resultados concretos. 

Para que seu contato seja eficiente, o melhor é apontar os projetos com resultados mensuráveis de sua trajetória, cuja ideia e implantação foram concebidas por você. Mencione realizações como aumento de vendas e de participação de mercado, redução de custos e de tempo de produção, entre outros, porém sempre acompanhadas dos números que as qualificam, pois é por esse critério que você será avaliado.

 

Como se relacionar com outros estilos de interlocutores?

A essa altura você deve estar se perguntando: se tenho meu próprio estilo, que deve ser um dos citados, como posso ser capaz de me relacionar com os demais estilos? 

Bem, em primeiro lugar, é vital reconhecer que existem diferentes estilos de interlocutores, com os quais você vai deparar em seus contatos. Além disso, é importante saber qual é seu próprio estilo. Você já se identificou com algum deles?

É bem verdade que as pessoas não têm um estilo único. Somos uma combinação de todos, com a predominância de um. Esse fato é importante, pois garante que você saiba reconhecer os estilos das pessoas e, principalmente, que é capaz de se adaptar a cada um deles, já que você também tem em sua personalidade todos os estilos em maior ou menor grau.

Finalmente, preste atenção aos movimentos do corpo, pois, acredite, ele realmente fala. 

 

Expressões com movimentos!

 

Nós nos expressamos com movimentos de forma involuntária e natural. Por exemplo, quando falamos com uma pessoa que cruza os braços enquanto nos ouve, é muito provável que o assunto não esteja interessando a ela. 

Nesse caso, seria improdutivo continuar falando. Para retomar a atenção da pessoa, você pode, por exemplo, fazer uma pergunta ou mesmo pedir a opinião dela sobre uma informação adicional. Com isso, o interlocutor se reposicionará e se manifestará, retomando o interesse. 

Preste atenção a seus próprios movimentos, afinal você se manifesta por meio deles também. Sorrisos e acenos de concordância com a cabeça sempre serão bem recebidos pelo interlocutor.

 

Continue investindo nas cartas de marketing

 

Concluindo, aprimore sua habilidade de escrita para criar cartas exclusivas que despertarão interesse e possíveis contatos pessoais. Elas deverão trazer em seu conteúdo suas principais realizações de acordo com cada objetivo. 

Aprimore, também, suas habilidades de apresentação e adaptação aos diversos estilos de interlocutor, bem como a de ouvir para dinamizar sua exposição no mercado.

Sua segurança, que é fundamental nesse contato, virá com o conhecimento de suas principais realizações e você se sentirá confortável em falar sobre suas competências, que serão avaliadas.

 

Autor: Sami Boulos Filho

Continua no próximo artigo da série: “Mudanças no mundo corporativo”.