Blog

A importância da gestão 4.0 e das Soft Skills na formação do profissional do futuro

Estamos vivendo em uma época onde a robótica, a  Inteligência Artificial, Internet das Coisas e todas essas tecnologias diferentes vêm se tornando imprescindíveis na administração de um negócio, independentemente de seu tamanho. 

As tecnologias digitais de uma forma geral trouxeram uma nova roupagem aos estilos de liderança e na forma como gerenciamos nossas organizações. Um grande exemplo que podemos citar é o Mark Zuckerberg criador/fundador da maior plataforma de rede social do mundo! Mas já parou para pensar o que ele tem que a maioria dos gestores não têm?

Se você assistir a uma de suas palestras, vai ver que ele inspira seus funcionários e incentiva que todos trabalhem a ideia da inovação! Seu estilo de liderança digital mostra uma abordagem rápida, hierárquica, cooperativa e orientada para equipes, que frequentemente integra os ideais de pico de inovação do Vale do Silício.

Acima de tudo, a competência pessoal, a mentalidade e a aplicação de novos métodos (ou instrumentos como o “design thinking”) são cruciais. Existem várias características exibidas, que também usamos para diferenciar a Gestão 4.0.

E é exatamente sobre a Gestão 4.0 que queremos falar hoje com você aqui neste artigo.

Definindo a Gestão 4.0

Gestão 4.0 e soft skills

 

Sabemos que a forma com a qual construímos um processo é super importante pois são eles que irão determinar os resultados finais. Para definir academicamente o que é a administração podemos dizer que:  é a capacidade de planejar, organizar, monitorar e direcionar indivíduos e abrange funções como contabilidade, finanças, administração de negócios, recursos humanos, consultoria, tecnologia da informação, marketing, vendas, varejo e qualquer outra operação industrial. 

A administração desde o seu surgimento já passou por várias etapas e ressaltando pontos importantes, diríamos que:

  • Gestão 1.0: não havia tecnologia
  • Gestão 2.0: o foco era 100% em processo
  • Gestão 3.0: o foco no colaborador
  • Gestão 4.0:  fusão do homem-máquina/tecnologia

Hoje presenciamos empresas preocupadas com a inovação, pessoas com habilidades de planejamento, organização e liderança de projetos responsáveis ​​por realizarem as mudanças.

Podemos também dizer que a tecnologia desempenha o papel mais importante no cenário de negócios da Gestão 4.0 pois está focada na transformação de padrões já existentes, liderança, sociedade e forma de aprendizado ao longo da vida e da carreira profissional.

Estudos recentes indicam que essa revolução é diferente de qualquer outra que já experimentamos antes. As tecnologias que impulsionam essa revolução incluem máquinas e sistemas inteligentes e conectados, nanotecnologia, seqüenciamento de genes, energia renovável, computação quântica, impressão 3D, carros sem motorista, dinheiro digital, robótica, drones e avanços biológicos.

Os estudos também citam a economia do compartilhamento (por exemplo, AirBnB e Uber) e o surgimento da guerra cibernética e alguns fatores como a velocidade, amplitude, profundidade e seu impacto sistemático são os grandes propulsores dessas mudanças.

Tudo está baseado na mentalidade e como olhamos para o mundo

Gestão 4.0 e Soft Skills

É mais difícil mudar de forma sustentável do que aprender novas habilidades, porque mudanças significam que novos padrões de pensamento serão adotados, novos hábitos e ações futuras. 

A agilidade é a principal ferramenta diante da Gestão 4.0 pois está ligada à experiência do cliente e ao mesmo tempo trata do envolvimento dos funcionários, de suas habilidades individuais (Soft Skills e Hard Skills), motivações e novas idéias. Uma cultura aberta, transparente e inovadora é a base para alta agilidade, rápida adaptação ao mercado e o DNA do líder digital.

Para que as organizações reajam com mais eficiência às mudanças do mercado, os líderes digitais devem dar muito mais responsabilidade às suas equipes. A cultura co-criativa do time como um todo requer uma alta flexibilidade de aprendizado de cada indivíduo.

Conheça características dos Gestores 4.0

Gestão 4.0 e soft skills

 

1. Reconhecimento das Competências de Sua equipe

Os gestores tradicionais claramente definem responsabilidades e funções dentro de uma equipe e muitas vezes este cenário é o propulsor de conflitos internos.

Já os gestores 4.0 distribuem as tarefas de acordo com a competência de cada pessoa da equipe, associando as habilidades comportamentais de cada funcionário (as Soft Skills), afinal de contas ele sabe que o sucesso de um projeto, está relacionado a contribuição que cada indivíduo aportou de acordo com sua inteligência e competências individuais.

2. Orientados aos Resultados

Os gerentes tradicionais costumam avaliam resultados de uma pessoa da equipe (ou até mesmo dela inteira). Já os gestores 4.0 preferem realizar avaliações de todo o time através das tarefas e também considera os resultados coletivos . Eles também gostam de atribuir funções, tarefas e responsabilidades de acordo com o potencial e competências. Em sua rotina, ele trabalha a melhoria contínua baseado em resultados obtidos em projetos passados.

3. Descentralização de poder e informações

A máxima “conhecimento é poder” não faz parte da rotina de um Gestor 4.0. Eles geralmente criam uma estrutura transparente, informações e dados compartilhados e espera atitudes proativas de sua equipe.

4. Administração de Conflitos

Na gestão tradicional, essa questão é baseada em regras pré determinadas e consequências são passiveis no caso de violação de tais regras. Com isso, tenta-se minimizar erros ao longo do caminho. Os líderes 4.0 estimulam um ambiente onde existem aprendizados baseados em erros e busca por melhoria contínua.

5. Inovação como prática do Sucesso

O grande desafio em uma liderança tradicional é criar espaço para novas ideias. Numa gestão 4.0, a inovação torna-se o objetivo comum da equipe e ela é aprendida e praticada como agente transformadora de processos antigos.

Inclusive, a inovação passou a ser um dos principais aspectos dentro do cenário que estamos vivendo, tornou-se muito presente para criar cenários e ambientes de trabalho flexíveis, dinâmicos e participativos.

Achou interessante a leitura sobre Gestão 4.0? Aproveitamos para te convidar a seguir acompanhando nosso blog e acompanhar a Trilha através das redes sociais! Estamos no Instagram, no Linkedin e Youtube!